Weby shortcut

Projetos

Atualizado em 26/06/19 10:10.

PROJETOS EM ANDAMENTO

 

Matemática Básica em Perspectiva

Observando que inúmeras pessoas que concluíram os estudos na Educação Básica, apresentam dificuldades e a falta de domínio com os conteúdos referentes à disciplina de Matemática, buscamos entender onde este déficit se apresenta e de que maneira esta realidade pode ser amenizada. Desta forma, o presente projeto tem o  intuito de realizar atividades a fim minimizar as dificuldades observadas. Continuar lendo...

 

Matemática no Circo

 

O Projeto Matemática no Circo é desenvolvido por alunos de graduação do curso de Licenciatura em Matemática. O projeto é desenvolvido no circo Laheto situado em Goiânia (GO), que recebe crianças de todas as idades provenientes de escolas públicas de bairros próximos ao mesmo. Esta escola de circo acompanha crianças com dificuldades escolares e que possuem baixo desempenho, lá são oferecidos reforço e apoio escolar e os alunos também aprendem atividades circenses. O foco do projeto é possibilitar uma real aprendizagem da matemática por parte dos alunos, com intuito de propiciar um crescimento no rendimento escolar e os auxiliando nas resoluções das atividades propostas pela escola. O projeto busca realizar atividades matemáticas como jogos e atividades lúdicas ligadas a atividades circenses, para que os alunos possam vivenciar diferentes maneiras de aprender a matemática, superando o método comum e monótono usado em sala de aula. Continuar lendo ...

  

Circulo de Oficina de Matemática Básica

As atividades do projeto foram iniciadas no primeiro semestre de 2018, através da proposta do professor tutor Wellington Lima Cedro, a qual consiste em construir um projeto que envolvesse o Programa de Educação Tutorial em Licenciatura em Matemática (PETMAT) no âmbito escolar. As atividade iniciais se concretizaram como círculo de oficinas de jogos matemáticos estratégicos, tendo como público alvo os alunos da  Educação de Jovens e Adultos (EJA), materializando-se o novo projeto, intitulado “Círculo de Oficinas de Matemática Básica” (COMB), que contou com a participação de quatro bolsistas (Adriano de Morais, Emanuel Gomes Peixoto, Heloá Tavares de Hungria e Nathália Maria Teodoro) e o Tutor do PETMAT.  As propostas das oficinas tem como finalidade desmistificar a matemática e apresentá-la de forma convidativa, estimulando o conhecimento matemático levando em consideração que o aluno não é uma criança, em que os jogos estratégicos não deveriam ser apresentado de forma infantil, mas de modo desafiador e que possibilitasse o envolvimento para resolvê-los.

Clube de Matemática

Reconhecendo as limitações da escolarização na formação integral da criança, e  tendo a insatisfação com a forma de organização da aprendizagem escolar como motivo, foi criado o projeto Clube de Matemática (CluMat), que vêm ao encontro da demanda pela criação de espaços efetivos de inovação.
O CluMat surgiu como um projeto de estágio da Universidade de São Paulo (USP), desenvolvido pelos alunos do curso de graduação em Pedagogia e da Licenciatura em Matemática, pelos alunos do Ensino Fundamental da Escola de Aplicação da Faculdade de Educação e por pós-graduandos em Educação da área de Ensino de Ciências e Matemática. Em 2009 o professor Wellington Lima Cedro trouxe o clube para a Universidade Federal de Goiás, primeiramente ligado ao Observatório da Educação (OBEDUC) da CAPES, e posteriormente o projeto uniu-se ao Programa de Educação Tutorial da Licenciatura em Matemática (PETMAT)
O projeto Clube de Matemática constitui-se como um espaço de aprendizagem dos estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental e, concomitantemente, como espaço de formação docente. Ele é organizado tomando como premissa a ludicidade, como forma de motivar as crianças à apropriação dos conhecimentos matemáticos, e as ações e reflexões coletivas dos sujeitos, de modo a possibilitar o compartilhamento de ideias e de saberes.
Hoje o clube acontece na Escola Municipal Jardim Nova Esperança e na Escola Municipal Professora Antônia Maranhão do Amaral, e já atendeu mais de 1000 crianças com idade entre 9 e 11 anos.

 

PROJETOS ENCERRADOS

 

Seminários e Oficinas


Neste projeto o PETMAT oferece a toda a comunidade Oficinas, Seminários e Palestras dos mais diversos temas ministrados pelos Petianos e por professores convidados. Confira aqui o cronograma de eventos oferecidos este ano. Este projeto é realizado quinzenalmente as quartas feiras e serão realizados no Auditório do Instituto de Matemática e Estatisca e também no Laboratório de Educação Matemática da UFGContinuar lendo ...

 

Vivenciando o Cálculo no Curso de Matemática

 

Elaboração e desenvolvimento de atividades extra-curriculares de ensino de matemática (objetivando dar apoio aos conhecimentos de cálculo), por parte dos bolsistas, para serem desenvolvidas extra-classe, junto aos alunos ingressantes em Matemática que estarão cursando a disciplina de Cálculo I, buscando a melhoria da qualidade do curso e a efetivação de uma aprendizagem significativa. Continuar lendo ... 

A Escola Vivenciando o IME


Percebendo a necessidade da interação entre o IME/UFG e as escola, foi criado A Escola Vivenciando o IME. Com intuito de estimular os alunos que ao visitarem o IME/UFG possam vivenciar um contato diferenciado com a disciplina de matemática, amenizando o sentimento de incapacidade de compreensão dos conhecimentos matemáticos por parte do aluno e desmitificar a ideia de que a disciplina é um "bicho de sete cabeças". Continuar lendo... 

 

Jornal Integrando: A matemática e a realidade em integração

 

Composto por um boletim e um jornal com publicação semestral, o projeto tem o propósito de levar aos leitores assuntos relacionados à Matemática por meio de notícias, artigos, entretenimentos educativos e entrevistas com professores. Além da divulgação de eventos na área da Matemática, Educação Matemática e do PET. Continuar lendo ...

 

Projeto Revivenciando o Colmeia

O Projeto Revivenciando o Colmeia tinha como objetivo buscar uma formação continuada dos professores de Matemática da Rede Pública da Região Metropolitana de Goiânia, capacitando-os para que sejam multiplicadores de novas metodologias de ensino e elaboração materiais didáticos apropriados para uma aprendizagem significativa dos alunos das escolas envolvidas. A equipe executora consistia em um professor do Instituto de Matemática e Estatística (IME/UFG), quatro bolsistas do Programa de Educação Tutorial da Licenciatura em Matemática (PETMAT), um bolsista PROLICEN (IME) e um professor em exercício de cada escola-parceira. Era proposto atividades que davam suporte ao que estava sendo abordado pelo professor-parceiro. Essas atividades eram pertinentes ao eixo da Álgebra, perpassando também pela Geometria e o Tratamento da Informação, que inevitavelmente se relacionavam no contexto da Matemática e Educação Matemática.

 

Projeto PETêco

 

O Projeto PETêco pretendia realizar ações sociais em hospitais por meio de atividades lúdicas voltadas para o ensino de matemática. Estas atividades procuravam amenizar a realidade de exclusão escolar vivenciada pelos pacientes que necessitam de tratamentos médicos por um longo período de tempo.

 

Espaço de Interação

 

Era uma atividade de ensino e pesquisa com o propósito de estabelecer um canal permanente de estudos e pesquisa acerca dos campos da Educação Matemática e da Matemática, constituindo em um suporte para a efetivação de discussões, debates e reflexões que permeiam os referidos campos. Tais discussões eram promotoras em potencial de problematizações que  desencadeavam o desenvolvimento de pesquisas na busca de novas soluções e apontamentos contextualizados para as ações em execução dentro do grupo. Este fórum era constituído por duas fases: a presencial, que ocorria a cada quinze dias por meio de reuniões e a não-presencial por meio de um AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) utilizado por muitos cursos da UFG via a plataforma Moodle. 

 

O IME Vivenciando a Escola

 

Este projeto promovia eventos pedagógicos na área de Matemática, era realizados em escolas da Educação Básica. Bolsistas do PETMAT e estagiários do curso de Licenciatura em Matemática da UFG estavam incumbidos na discussão, elaboração e execução das atividades de ensino, oficinas e experiências a serem realizadas no referido evento. Uma grande contribuição deste projeto para o ensino da Matemática nessas escolas foi a oportunidade dos alunos vivenciarem esta disciplina diferentemente da sala de aula. As atividades do evento buscaram estimular a curiosidade dos alunos com oficinas e experiências práticas, despertando a atenção deles para a Matemática prática tão presente no dia-a-dia, por meio das opções de pagamento, estatísticas, cálculo de áreas, medidas e grandezas, entre outras.